FALE CONOSCO
logo Clique aqui para conhecer o
Jornal Recomeço
Elaborado pelos presos da Cadeia Pública de Leopoldina - MG


MG tem o maior déficit prisional do país


Minas Gerais possui o maior déficit no sistema prisional do país, com quatro presos para cada vaga em estabelecimento carcerário. O dado foi revelado este mês pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), após um levantamento feito em janeiro de 2002. No Estado, há apenas 4.242 vagas em estabelecimentos prisionais para uma população carcerária de 17.834 presos. Ou seja, há 13.592 detentos a mais que o número de vagas existentes. A secretária estadual da Justiça e dos Direitos Humanos, Angela Pace, disse que, até o final do ano, serão disponibilizadas mais 4.800 vagas, mas ainda haverá um déficit de 9.000. Mas, segundo ela, o principal problema para criar novas prisões é a resistência dos municípios em abrigar uma cadeia. "Não depende somente de vontade ou ação política.

Há muita hipocrisia quando o assunto é construção de presídios, estamos sempre querendo resolver a questão na cidade do outro." O déficit mineiro responde por 21% do nacional, que é de 64.922 vagas. Na verdade, é São Paulo que possui mais detentos fora da cadeia (22.219). No entanto, a média paulista é de 1,2 preso por vaga. Nos outros Estados do Sudeste – Rio de Janeiro e Espírito Santo – o déficit é praticamente zero. A secretária Angela Pace reconhece a situação caótica do sistema prisional em Minas Gerais e diz que o problema foi herdado de administrações passadas e "não será resolvido de uma hora para a outra".

Jornal O Tempo 12/05/2002

Web hosting by Somee.com